O CUSTO DOS GENERAIS-PRESIDENTES

Nunca pensei que um dia eu concordaria com as seguintes afirmações:
“*O CUSTO DOS GENERAIS-PRESIDENTES*.

São palavras de um repórter que não morre de amores pelos militares.
Os 5 Generais Presidentes. 
Autor : Jornalista *CARLOS CHAGAS*.
*Erros foram praticados durante o regime militar, eram tempos difíceis. Claro que, no reverso da medalha, foi promovida ampla modernização das nossas estruturas materiais. Fica para o historiador do futuro emitir a sentença para aqueles tempos bicudos.*

Mas uma evidência salta aos olhos: a honestidade pessoal de cada um!
1 – Quando *Castelo Branco* morreu num desastre de avião, verificaram os herdeiros que seu patrimônio limitava-se a um apartamento em Ipanema e umas poucas ações de empresas públicas e privadas.
2 – *Costa e Silva*, acometido por um derrame cerebral, recebeu de favor o privilégio de permanecer até o desenlace no palácio das Laranjeiras, deixando para a viúva a pensão de marechal e um apartamento em construção, em Copacabana.
3 – *Garrastazu Médici* dispunha, como herança de família, de uma fazenda de gado em Bagé, mas quando adoeceu precisou ser tratado no Hospital da Aeronáutica, no Galeão.
4 – *Ernesto Geisel*, antes de assumir a presidência da República, comprou o Sítio dos Cinamonos, em Teresópolis, que a filha vendeu para poder manter-se no apartamento de três quartos e sala, no Rio.
5 – *João Figueiredo*, depois de deixar o poder, não aguentou as despesas do Sítio do Dragão, em Petrópolis, vendendo primeiro os cavalos e depois a propriedade. Sua viúva, recentemente falecida, deixou um apartamento em São Conrado que os filhos agora colocaram à venda, ao que parece em estado de lamentável conservação.

OBS: foi operado no Hospital dos Servidores do Estado, no Rio.
Não é nada, não é nada, mas os cinco generais-presidentes até podem ter cometido erros, mas não se meteram em negócios, não enriqueceram nem receberam benesses de empreiteiras beneficiadas durante seus governos. 
Sequer criaram institutos destinados a preservar seus documentos ou agenciar contratos para consultorias e palestras regiamente remuneradas.
Bem diferente dos tempos atuais, não é?
Acrescento:

*NENHUM DELES* mandou fazer um filme pseudo biográfico, pago com dinheiro público, de 

auto-exaltação e culto à própria personalidade!
*NENHUM DELES* usou dinheiro público para fazer um parque homenageando a própria mãe.
*NENHUM DELES* usou o hospital Sírio e Libanês.
*NENHUM DELES* comprou avião de luxo no exterior.
*NENHUM DELES* enviou nosso dinheiro para “ajudar” outro país.
*NENHUM DELES* saiu de Brasília, ao fim do mandato, acompanhado por 11 caminhões lotados de toda espécie de móveis e objetos  roubados.
*NENHUM DELES* exaltou a ignorância.
*NENHUM DELES* falava errado.
*NENHUM DELES* apareceu embriagado em público.
*NENHUM DELES* se mijou em público.
*NENHUM DELES* passou a apoiar notórios desonestos depois de tê-los chamado de ladrões.
*BRASIL*: VOCÊ QUE SABE LER E ENTENDE O QUE LEU,

COMPARTILHE COM OS QUE NÃO SABEM. ELES PRECISAM SER INFORMADOS!”

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.