Nenhum direito a menos, viu Caixa?

São Paulo – As reivindicações específicas dos bancários da Caixa para a Campanha Nacional Unificada 2016 já estão com a direção do banco público. A pauta, aprovada no 32º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa Federal (Conecef), foi entregue pelos representantes dos trabalhadores na terça 9. Não foi agendada data para a primeira negociação.

A pauta visa a renovação do acordo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). O acordo reúne os direitos adicionais específicos dos trabalahdores da Caixa Federal. A data-base é 1º de setembro.

“Os pilares de nossa mobilização no banco público são: nenhum direito a menos, por condições dignas de trabalho e em defesa da Caixa 100% pública. Mas para sermos vitoriosos é fundamental que os empregados se engajem na luta ao lado de companheiros de outros bancos. A Campanha Nacional Unificada já deu provas de ser nossa maior arma para obtermos conquistas específicas e gerais e tem de ser cada vez mais fortalecida”, diz o diretor do Sindicato e coordenador da Comissão Executiva dos Empregados (CEE), Dionísio Reis.

O dirigente afirma que o ambiente entre os empregados é de grande insatisfação. Ele cita os recentes ataques a segmentos importantes com a extinção da função de caixa, a sobrecarga de trabalho para tesoureiros, a tentativa de retirada de adicional por insalubridade dos avaliadores de penhor, o desvio de função de técnicos bancários, além da restrição de incorporação de comissão pelos trabalhadores.

“Tudo isso dentro de uma política de enfraquecimento do caráter público da Caixa e para tentar sabotar a unidade dos trabalhadores. A direção nomeada pelo governo interino, por exemplo, congelou a contratação de mais bancários e ameaça fechar agências ‘deficitárias’. Essa última, se levada adiante, prejudicará tanto o atendimento à população quanto os bancários dessas unidades que perderiam funções e teriam até de mudar de cidade.”

Na pauta entregue à direção do banco público constam questões relativas à saúde e condições de trabalho, Saúde Caixa, fundo de pensão Funcef, entre outras (veja abaixo).

Negociações – As negociações específicas com a Caixa Federal ocorrerão simultaneamente às gerais da categoria com a federação dos bancos (Fenaban). A pauta geral também foi entregue, para a Fenaban, na terça 9.

Fenaban já está com a pauta dos bancários
Conecef aprova pauta de reivindicações específicas


 

Fonte: Sindicato dos Bancários de SP – http://www.spbancarios.com.br

Jair Rosa – 9/8/2016

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.