Lava Jato diz que relação entre PSDB e Andrade Gutierrez é suspeita

PT=PSDB e PSDB=PT
#ForaForodeSP

Brasil

13 de novembro de 2015 – 10h40

Segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo, a Operação Lava Jato pode abrir um capítulo sobre as relações entre a empreiteira Andrade Gutierrez, a maior doadora da campanha do PSDB.

A empresa assumiu posição de comando na Cemig durante as gestões tucanas em Minas, com Aécio Neves e Antonio Anastasia.

“Integrantes da força-tarefa, que tem procuradores do Paraná e de Brasília, já revelaram ainda a interlocutores que têm interesse também em esmiuçar as relações da empreiteira com o PSDB”, disse a colunista.Sendo verídica a informação da colunista, fica evidente que, em mais de um ano de investigações, a Lava Jato teve um único alvo: o PT.

Portanto, as críticas de que o andamento da apuração era seletivo também se confirmam. Vale lembrar que os delatores Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa, ambos réus confessos da Lava Jato, mencionam repasse de propina a Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB, e Aécio Neves, com recursos desviados de empresas estatais como a Petrobras e Furnas.

Apesar da grande mídia esconder, o PSDB é um dos partidos que mais recebeu dinheiro de empreiteiras investigadas na Lava Jato.PSDB de São Paulo é o paraíso das doações de empreiteiras.

De acordo com levantamento apresentado pelo PT para desconstruir os factoides e as distorções da mídia monopolizada, o PSDB de São Paulo, por exemplo, foi o partido que recebeu as maiores doações empresariais.

Em todo o Brasil, as contribuições são equilibradas entre PT e PSDB. Em São Paulo, governado há 22 anos pelos tucanos, o PSDB recebeu 2 vezes mais dinheiro do que o PT nas eleições de 2010 e 2014.

“Apesar dos números mostrarem a distorção, quando o beneficiado é o PSDB, o silêncio da mídia, do Judiciário e do Ministério Público é absoluto. Não há qualquer processo de criminalização dessas doações, que revelam uma estranha preferência das empresas pelos tucanos em São Paulo. Em 2014, o PSDB recebeu 92% das doações das empresas citadas na Lava Jato.
O PT, apenas 8%.

Em 2010, a proporção foi de 65% para o PSDB e 35% para o PT”, diz o documento.Relatório da CPI da Petrobras apontou que 16 empresas citadas na Lava Jato tiveram contratos com o governo do estado de São Paulo entre 1987 e 2014.

Um dos exemplos citados no relatório é o Consórcio Via Amarela – formado, entre outros, pelas empreiteiras Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão – acusado de superfaturar preços em contratos com o Metrô de São Paulo.

Além disso, as prestações de contas parciais da campanha de Geraldo Alckmin para o governo do estado de São Paulo em 2014 apontaram que mais da metade (56%) da campanha do tucano havia sido bancada por empresas investigadas por fraudes e formação de cartel em licitações da CPTM e do Metrô de São Paulo.

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.