BB: Sindicato ingressa com ações coletivas pelas 7ª e 8ª horas

  • 04 FEVEREIRO 2015

O Sindicato ingressou com ações coletivas na Justiça cobrando do Banco do Brasil o pagamento das 7ª e 8ª horas trabalhadas indevidamente pelos analistas pleno e sênior lotados nas unidades estratégicas da instituição financeira.

“O Sindicato dos Bancários de Brasília está, desde 2000, na linha de frente da batalha jurídica pelo respeito à jornada de 6 horas. Com milhares de ações individuais impetradas, a inovação com o protesto interruptivo e as ações coletivas, o Sindicato é referência no tema, inspirando a luta em outros Estados”, afirmou o secretário de Assuntos Jurídicos do Sindicato, Wescly Queiroz, que também é bancário do BB.

Histórico da luta pelas 6 horas

Apesar de êxitos em outras unidades da Federação, as ações coletivas pleiteando as 7ª e 8ª horas tiveram grande resistência do judiciário de Brasília, que, em resposta a várias tentativas do Sindicato em buscar esse direito, alegava que a demanda não podia ser coletiva.

A estratégia jurídica se aprimorou e, em janeiro de 2013, o Sindicato ganhou o direito no Tribunal Superior do Trabalho (TST) de pleitear as 7ª e 8ª horas em ações coletivas. Essa vitória, em duas ações coletivas – dos assistentes do CSO (Centro de Suporte Operacional) e dos assessores da Coger (Contadoria Geral) -, abriu caminho para as ações que agora o Sindicato está impetrando para todos os bancários que exerceram jornada de 8 horas em funções técnicas.

Novo site jurídico

Em breve, o Sindicato colocará no ar o novo site do seu departamento jurídico, onde será possível consultar informações (número e tramitação) das ações impetradas pela entidade sindical.

Da Redação – Sindicato dos Bancários de Brasília

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.