BB Seguridade deve ter lucro 50% maior no trimestre

VALOR ECONÔMICO -SP | FINANÇAS

Thais Folego De São Paulo

A BB Seguridade deve apresentar um lucro líquido de R$ 817 milhões no terceiro trimestre, um avanço de 49% em relação a igual período do ano passado, segundo a média das estimativas de cinco analistas de investimentos consultados pelo Valor.

A equipe do Credit Suisse projeta que o forte crescimento do lucro líquido deve ser alimentado por um desempenho operacional “robusto” e uma predominância menor dos resultados financeiros.

“Isso deve tornar a qualidade do resultado ainda melhor”, diz o relatório assinado pela equipe de Victor Schabbel.

Eles acreditam que a companhia está no caminho para cumprir parte de suas metas de crescimento para o ano: para a operação de vida e rural (conhecida comoBB MAPFRE SH1) e para a unidade de previdência (BrasilPrev) projetam crescimento dentro da faixa do “guidance” e para a operação de seguros de danos (MAPFRE BB SH2) e de títulos de capitalização (Brasilcap), abaixo da meta. Para o retorno sobre o patrimônio, a estimativa é de batam o intervalo entre 44% e 49%.

“Nossa estimativa de lucro de R$ 3,225 bilhões para 2014 já implica um ROE de 49,5%, apoiando nossa classificação outperform”, diz o relatório do Credit.

Os analistas do Brasil Plural acreditam que as vendas ainda fiquem, no acumulado do ano até setembro, abaixo das metas estabelecidas para o ano na “maioria” das subsidiárias. “Mas continuamos acreditando que o guidance será atingido no quarto trimestre, quando os esforços de vendas serão focados em [seguro de] vida, previdência e capitalização.” Segundo os analistas, a “história por trás do mau desempenho” neste ano é que as forças de venda e de incentivo da BBSeguridade se concentraram no segmento de planos de previdência no primeiro semestre.

“Os resultados foram impressionantes em nossa opinião: a meta de crescimento de arrecadação de 33% a 47% na comparação anual já está perto de ser alcançada no terceiro trimestre, enquanto toda a indústria está enfrentando resgates líquidos”, afirmam.

A equipe do Itaú BBA lembra que os prêmios emitidos e as contribuições devem mostrar um recuo em relação ao segundo trimestre, mas que isso se deve à fraca sazonalidade do terceiro trimestre. As forças de vendas da companhia se concentram no segundo e quarto trimestre.

A única subsidiária que se espera crescimento trimestral, segundo o Itaú BBA, é a MAPFRE BB SH2, por conta da fraca performance do último trimestre. “Esperamos que uma arrecadação resiliente da BrasilPrev seja a principal surpresa positiva, enquanto a capitalização e os prêmios de vida possam ser as principais surpresas negativas”, dizem os analistas do Itaú BBA.

O Itaú BBA estima que o resultado financeiro das afiliadas seja de R$ 299 milhões, 66% superior ao de igual período do ano passado.

“Como a incerteza política continua grande e o crescimento econômico baixo, é definitivamente melhor estar seguro agora do que remediar depois (…) Em nossa opinião, a melhor opção para manter-se protegido do mercado e da volatilidade dos resultados continua sendo a BB Seguridade, de longe”, avalia o Credit Suisse.

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.