Falências crescem

CORREIO BRAZILIENSE – DF | ECONOMIA

O número de pedidos de falência no país aumentou 21,5% em setembro em relação a agosto, de acordo com levantamento da Serasa Experian. Segundo a entidade, no mês passado, 181 empresas pediram para encerrar as atividades contra 149 em agosto.

Para a Serasa, esse foi o pior resultado do ano até agora, quando levada em conta a quantidade de empresas que sofreram pedidos de falência. Na comparação com setembro de 2013, o número de requerimentos subiu 16%. Em 2011, foram registrados 108 processos; em 2012, 135; e em 2013, 156.

No acumulado do ano (de janeiro a setembro), foram feitos 1.263 pedidos de falência, o que representa uma queda de 4,7% em relação ao mesmo período de 2013. Do total de requerimentos computados no mês pela Serasa, 91 foram de Micro e Pequenas Empresas, 39 de médias e 51 de grandes.

De acordo com os economistas da instituição, a explicação para o aumento nos pedidos de falência em setembro se dá pela baixa no consumo e pela instabilidade econômica do país, com juros alto e valorização do dólar ante o real.

Já as recuperações judiciais requeridas apresentaram aumento de 38,5% em comparação a agosto último com um total de 90 solicitações. As Micro e Pequenas Empresas lideraram os pedidos com 49 encaminhamentos, as médias somaram 25 e as grandes, 16. (CP)

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.