BRB: TI Prédio alugado por Paulo Evangelista não resiste à primeira chuva

  • 02 Outubro 2014

O subsolo do prédio da TI do BRB, localizado no SIA, ficou totalmente alagado nesta quarta-feira (1º) por causa da forte chuva que caiu sobre Brasília. Além disso, estourou a fossa, o que provocou um mau cheiro insuportável, prejudicando o trabalho dos terceirizados. O Sindicato esteve no local e reiterou o que já vinha alertando há tempos, a insalubridade do ambiente laboral.

“Em julho deste ano, uma inspeção na unidade, feita por técnico de segurança do trabalho, constatou que o prédio realmente apresenta diversas pendências que apontam a existência das condições precárias”, ressaltou o diretor do Sindicato Ronaldo Lustosa. “E o pior: acomodando os funcionários sem as devidas condições”, acrescentou o diretor, que também é empregado do BRB.

Mesmo com todas essas comprovações, até agora o BRB não tomou nenhuma medida para solucionar esses problemas e a TI continua funcionando em local inseguro e isolado. Por isso, mais uma vez, o Sindicato cobra um local com condições mais dignas de trabalho.

“O prédio da TI, cujo aluguel gera desconfianças até hoje, desde a sua alocação, apresenta graves problemas, demonstrando o desacerto do referido negócio. Este alagamento é mais um forte indício de que o banco não se pautou pela melhor prática na condução desse aluguel”, acrescentou o diretor do Sindicato Antonio Eustáquio, também empregado do BRB.

Da Redação

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.