Divulguem: Embrapa Cerrados pede socorro!

A Embrapa é referência internacional, já há muitos anos. Como ocorreu no BB, também, ela sofreu, no passado, uma "trabalho de liquidação" pelo neoliberais.
Está nos parecendo uma proposta do famigerado Roriz e Cia. Proteger as nascentes é dever e obrigação de todo ser humano no planeta. Todos os especialistas nos informam o que pode vir a acontecer com a água, num futuro breve.

Cabe ao Governo do Partido dos Trabalhadores estancar essa política neoliberal sob o perigo dessa se transformar, se já não é, em política do próprio PT. Como diz o ditado: "quem cala consente!"

Prezados colegas ,

Nós da Embrapa Cerrados, estamos precisando MUITO da ajuda de vocês.

A Embrapa Cerrados está na iminência de sofrer a desapropriação de uma área de 300 ha pelo GDF. Isso implica na mutilação de 20% do nosso campo experimental, de uma área que já vem sendo utilizada pela pesquisa há mais de 40 anos. Nessa área, o GDF pretende construir um assentamento urbano para 20.000 mil pessoas. Sem nenhuma dose de exagero isso lamentavelmente marcará o inicio do fim da Embrapa Cerrados, depois de 40 anos de relevantes serviços prestados a agricultura brasileira. Além dos sérios prejuízos para a pesquisa, esse assentamento urbano vai trazer sérios impactos ambientais pelo fato da área estar no entorno da unidade de conservação da Estação Ecológica de Águas Emendadas, fundamental para a proteção do Bioma Cerrado e nascente de duas das mais importantes bacias hidrográficas brasileiras: Araguaia-Tocantins e do Paraná. A área experimental é representativa dos principais ambientes agrícolas do Bioma Cerrado e os experimentos de longo prazo são fundamentais para o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para estes ambientes.

Por essas razões, precisamos que todos nos ajudem e demonstrem esse apoio comparecendo, com camisetas pretas, em uma audiência pública sobre essa questão que será realizada na próxima terça-feira (22 de abril), no plenário 6 da câmara dos deputados as 14:30 h.

Estamos mobilizados não só para evitar a mutilação do campo experimental da Embrapa Cerrados, mas também para legalizarmos todas as terras da pesquisa no DF (as Embrapas do DF não possuem documentos definitivos garantindo a posse de nossas terras). Caso este absurdo da desapropriação das terras seja consumado, vai abrir um precedente terrível que pode atingir todas as unidades das Embrapas no DF. É impossível fazer pesquisa de qualidade que gere dados robustos e de impacto, com esse pesadelo de insegurança que hoje paira sobre nossos campos experimentais.

Por favor contamos com todos vocês!!

Empregados da Embrapa Cerrados

PS:Maiores informações nesse link da revista Veja, blog de Reinaldo Azevedo :

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/populismo-a-servico-da-ignorancia-em-ano-eleitoral-agnelo-quer-desalojar-embrapa-para-erguer-casas-populares/

Ieda de Carvalho Mendes (PhD)
Soil Microbiologist

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.