Ministro deixa TCU para ocupar cargo do governo

O GLOBO – RJ | PAÍS
BRASÍLIA

Valmir Campelo antecipa aposentadoria e vai assumir vice-presidência do Banco do Brasil

BRASÍLIA > Apesar de exercer função de fiscalização do governo, o ministro Valmir Campelo antecipou sua aposentadoria do Tribunal de Contas da União (TCU), assinada ontem, em meio a uma negociação com o Palácio do Planalto para assumir a vice-presidência de governo do Banco do Brasil. Campelo era relator dos processos referentes à Copa do Mundo.

Ex-senador pelo PTB, o ministro teria que se aposentar compulsoriamente em outubro, mas resolveu aproveitar a vacância dessa vice-presidência do BB. Esse cargo é ocupado atualmente pelo presidente do PTB, Benito Gama, que está saindo para disputar as eleições para deputado federal.

Já para o lugar de Campelo no TCU, cuja indicação é do Senado, o governo apoiará o nome do líder do PTB, senador Gim Argello (DF). Ele é suplente do ex-governador Joaquim Roriz, que renunciou em 2007 para escapar da cassação em meio a um escândalo de corrupção. A indicação tem que ser aprovada, por maioria simples, pelos plenários da Câmara e do Senado, em votação secreta.

Auditores, procuradores e servidores do TCU fazem na segunda-feira um protesto na rampa do tribunal contra a indicação de Argelo, que violaria a exigência constitucional de idoneidade moral e reputação ilibada. Segundo o documento de convocação do ato, Argello figura em inquéritos pedidos pela Procuradoria Geral da República e Supremo Tribunal Federal para investigar envolvimento em crimes de peculato,lavagem de dinheiro e apropriação indébita.

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.