Assessora da presidência do BRB continua com comportamento inadequado

Ter, 03 de Dezembro de 2013
PREDIO-BRB-SAAN-11-bancariosdf

A assessora do presidente Paulo Evangelista, sra. Ester Gonçalves, continua com seu comportamento inadequado relativamente aos colegas do BRB. O Sindicato, mais uma vez, cobra do presidente uma postura concreta e séria com relação a esta assessora. Caso contrário, o mesmo estará sendo condescendente com um comportamento execrado por todo o conjunto de funcionários do BRB e dos demais bancários de Brasília.

A referida assessora continua com um comportamento de humilhação, prepotência e arrogância com os funcionários da instituição e, via de regra, continua fazendo comparações entre os funcionários do BRB e seus antigos colegas do Banco do Brasil, esquecendo-se que as duas instituições tem diferenças gritantes, com culturas distintas. Ocorre que ela parece fazer questão de não se adaptar a uma nova realidade que é a do BRB.

O presidente precisa preocupar-se com este comportamento, pois têm circulado no Ed. Brasília rumores de que a assessora nada mais é do que a outra face do presidente, ficando assim ela com a incumbência de ser a “durona”. Paulo Evangelista, cujo comportamento, a princípio, não apresenta reparos, pode acabar chamuscado pelo comportamento de sua assessora. É preciso que ele dê um basta nesta situação de desmando perpetuado por Ester.

Os funcionários do BRB tem sua cultura, seus valores, seu “modus operandi” próprio, e historicamente se insurgiram contra pessoas que teimaram em querer subjugá-los. Não será desta vez que isto será diferente. Já se vão mais de 10 meses que estes sofrem pelo comportamento de Ester. Já passou da hora de o presidente tomar uma atitude.

O Sindicato, que reiteradamente tem denunciado isto, buscará outros caminhos para estancar esta situação caso Paulo Evangelista não tome uma atitude definitiva, restringindo a atuação dela a um âmbito estritamente técnico da função, sem delegação de mando, ou, como já indicam, infelizmente, várias evidências, dispensar os préstimos da tal assessora para “outra freguesia”, a fim de primar por um ambiente de civilidade profissional.

Da Redação

Anúncios

Sobre Blog dos Bancários

Bancário
Esse post foi publicado em Noticias. Bookmark o link permanente.